Em Live com Flávio Dino, Lula elogia Consórcio Nordeste que superfaturou preços de respiradores
Compartilhe

“a melhor coisa que aconteceu para enfrentar a crise foi o conselho do nordeste que vocês criaram”

Na manhã desta segunda-feira (29), o ex presidente Lula e o governador do Maranhão Flávio Dino (PC do B), realizaram uma live com a missão de debater a crise do novo coronavírus, (COVID-19).

Na oportunidade o ex presidente fez questão de elogiar a criação do Consórcio Nordeste, “a melhor coisa que aconteceu para enfrentar a crise foi o conselho do nordeste que vocês criaram“, disse Lula.

Na ocasião ainda aproveitou para atacar o Governo Federal e o ministro Paulo Guedes, “vocês estão sendo vitimados pela arrogância e pela ignorância do governo, pela ignorância do Guedes“, disse Lula.

O Consórcio Nordeste vem sofrendo duras criticas pelas compras superfaturadas de respiradores, além disso, muitos equipamentos nunca terem sido entregues. O Ministério Público Federal (MPF) instaurou inquérito civil para investigar eventuais atos de improbidade administrativa no contrato firmado pelo Consórcio Nordeste.

View this post on Instagram

ESCÂNDALO! Flávio Dino comprou respiradores pelo triplo do preço, pagou adiantado e não recebeu! FLAVIO DINO, cadê os respiradores? A população quer saber cadê os 30 respiradores comprados, pagos antecipadamente e que até agora não foram entregues. SUPERFATURAMENTO! 30 respiradores foram adquiridos pelo triplo do preço (mais de R$9 milhões), pagos adiantado e não foram entregues. Isso tem que ser apurado, razão pela qual solicitamos a investigação diante dos fortes indícios de malversação dos recursos públicos, oriundos de repasse do Govermo Federal. Os empresários já estão presos, governadores investigados, mais de 1.300 maranhenses já morreram e os respiradores não chegaram. respiradores nunca chegaram ENTENDA O CASO: De acordo com dados do Portal da Transparência, o valor total gasto com 30 resquipardores foi de R$ 9.324.275,80. O dinheiro, recurso recebido do Governo Federal, foi transferido para o CONSÓRCIO NORDESTE e o valor foi divido em duas parcelas: a primeira, no dia 06/04/2020, no valor de R$ 4.947.535,80; e a segunda, em 04/05/2020, no valor de R$ 4.731.840. Totalizando o rombo de R$ 9.324.275,80. Assim, cada respirador custou R$ 310.809,18, embora o preço comum no mercado seja em torno de R$ 50 a R$ 80 mil. Além disso, o Governo sequer recebeu tais equipamentos. Com a conivência dos 9 governadores, o Consórcio Nordeste contratou a empresa HAMPCARE, que por sua vez subcontratou a empresa Biogeoenergy. Os governadores compraram respiradores por preço 3.000% acima do custo de produção para o Consórcio do Nordeste. E o pior, os equipamentos nunca foram entregues. As empresas estão sendo investigadas e de acordo com as planilhas da terceirizada Biogeoenergy, responsável pela montagem dos produtos que seriam distribuídos pela HempCare, os documentos indicavam o custo individual de R$ 2 mil para cada ventilador (marca RespiraBrasil). Como cada equipamento seria vendido inicialmente com uma variação de R$ 160 a R$ 200 mil. isso significaria que o valor unitário do equipamento foi o equivalente acima de 3.000 % do valor de produção.#maranhao #saoluis @policiafederal @mpf_oficial @mpma_oficial

A post shared by Wellington do Curso #VozDoPovo (@wellingtondocurso) on

Deixe seu comentário

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
Open chat