Frustrado por não conseguir barrar o novo marco legal do saneamento básico Flávio Dino alega inconstitucionalidade
Compartilhe
O governador, Flávio Dino, tenta barrar novamente o novo marco legal do saneamento básico, após articulação frustrada com outros líderes nordestinos, após tentativas frustradas, o comunista tenta derrubar o projeto apontando possível inconstitucionalidade.


O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), criticou o Projeto de Lei 4.162/2019, que cria o “Marco Legal do Saneamento”, ele chegou a participar de uma articulação junto aos demais governadores da Região Nordeste, que tinha por objetivo barrar a peça no Senado.

Aprovado na última quinta-feira (25), no Senado, os senadores Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (Cidadania), aliados do governador Flávio Dino, votaram contra o projeto, do outro lado, o senador Roberto Rocha (PSDB), votou favorável ao projeto.

Há quem diga que os governadores e demais lideranças políticas, que são contra o novo marco legal do saneamento básico, temendo perder os cargos comissionados dentro das empresas públicas, podemos citar a CAEMA como um bom exemplo, em 2019, o deputado Wellington do Curso denunciou super salários dentro da empresa pública beirando os R$ 100 mil.

Talvez essa seja o verdadeiro medo dos opositores do projeto, já que as empresas públicas não atendem o interesse popular, mas sim interesses políticos.