Skip to content

Em clima de traição, vereadora Rayssa Campos é eleita presidente da Câmara Municipal de Palmeirândia

AJUDE COMPARTILHANDO

Na manhã desta sexta-feira, 1º de janeiro, os vereadores eleitos para exercício 2021/2023 tomaram posse na Câmara Municipal de Palmeirândia. Após empossados ocorreu a eleição para mesa diretora, concorreram para o cargo de presidente, o vereador da base do governo Marquinhos de Greg (Repu) e a vereadora Rayssa Campos (PSDB), a eleição ficou cinco votos a seis, vencendo a vereadora Rayssa.

A mesa diretora ficou composta da seguinte forma: vereadora Rayssa Campos (PSDB) foi eleita presidente da Câmara para o biênio 2021/2022, a vice-presidência ficou com a vereadora Misma (PL), o primeiro secretário o vereador Sivaldo (PSB) e segundo secretário vereador Irmão Jorlanison (Avante).

A vereadora Rayssa Campos foi eleita por 6 votos, dos quais contou com apoio dos cinco vereadores que fazem parte do grupo Garcia. Edilson da Alvorada inicia seu mandato ameaçado, uma vez que a presidente eleita se aliou ao principal inimigo politico do novo prefeito, o Clã Garcia.

Segundo informações, toda a articulação por trás da vitória da presidente da Câmara foi elabora pelo seu marido, o ex prefeito Eliberto Barros. Especula-se que exista um plano do ex prefeito na tentativa de assumir a prefeitura em um eventual impeachment, uma vez que seu filho é o vice-prefeito assuma o cargo do atual prefeito Edilson da Alvorada.

A eleição da para escolha de presidente da Câmara uniu os dois ex prefeitos Nilson Garcia e Elberto Barros, ambos condenados por improbidade administrativo e ficha suja. Um conhecido por ser recordista de processos outro por não pagar funcionários.

O povo cobra explicações!

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.