Presa mulher suspeita de matar criança com Síndrome de Down na zona rural de São Luís
Compartilhe

Uma mulher que não teve o nome divulgado, foi presa, nessa quinta-feira (25), no bairro do João Paulo, em cumprimento a mandado de prisão preventiva, ela é suspeita de ter assassinado um menino de nove anos, portador de Síndrome de Down. O crime ocorreu em junho de 2018, no bairro Vila Colier, na zona rural de São Luís.

De acordo com informações da Polícia Civil, o corpo da criança, que também estava em tratamento contra uma leucemia, foi encontrado embaixo de uma árvore. A intenção da suspeita, ainda conforme a Polícia, era simular que o menino havia caído e morrido no local.

Durante as investigações, foram realizadas diversas buscas e apreensões nos imóveis da suspeita, além de perícia no local da morte e exames de comparação de material genético (DNA). A perícia apontou que o garoto foi agredido com golpes no chão da própria casa ou com um instrumento de ação contundente.

Para o delegado responsável pelo caso, Cláudio Barros, da Superintendência de Homicídio e Proteção à Pessoa (SHPP), a suspeita, que era vizinha da vítima, se aproveitou do momento em que cuidava do menino para cometer o crime.

Na ocasião, após o retorno dos familiares, ela disse que a criança tinha fugido por conta própria, fato que não se sustentou ao longo das investigações”, explicou o delegado, ressaltando que, em interrogatório, ela também apresentou outras versões conflitantes.

A linha de investigação do crime segundo o delegado, é vingança, o crime teria sido motivado por uma espécie de vingança contra um familiar do menino com quem a suspeita mantinha um suposto relacionamento. “Com o intuito de retaliar, ela resolveu cometer esse crime de homicídio”, disse.

A mulher foi encaminhada ao Presídio Feminino de Pedrinhas, onde ficará à disposição do Poder Judiciário.