Prefeitura de Cajari assina contrato para compra de água mineral com sobrepreço em mais de 93%, confira

AJUDE COMPARTILHANDO

A desordem na administração pública e falta de pudor nos gastos dos recursos são características que estão longe de ser uma realidade na gestão do prefeito de Cajari, Constâncio Souza.

Em análise minuciosa de contratos firmados pela Prefeitura de Cajari, encontramos uma verdadeira aberração e afronta ao povo cajariense, onde há um contrato superfaturado firmado para aquisição de água mineral com indício de sobrepreço de 93,4%.

Fizemos um levantamento sobre pontos de revenda de água mineral na cidade e o preço vária de R$ 5,00 a R$ 6,00 com taxa de entrega domiciliar.

A Prefeitura, por outro lado, comprará 16.400 galões de 20 litros, onde cada galão sairá por R$ 9,67, um aumento de quase 100% do valor praticado na cidade. A empresa responsável pelo fornecimento será a MANGAS COMERCIO E REPRESENTACOES LTDA, com sede na Rua Rio Brando, no Centro da cidade de Viana.

Somente nos 16.400 galões de 20 litros serão gastos R$ 158.588,00. Consta também no mesmo contrato a compra de água mineral, natural com vasilhame, engarrafada em galão de 20 (vinte) litros, água mineral, sem gás de 500 ml, com 12 unidades no fardo e copo com água mineral, sem gás em caixa com 48 unidades de 200 ml. Confira:

No total serão ‘investidosR$ 188.820,60 somente em água mineral.

Esse é mais um contrato assinado pelo Secretário de Administração e Finanças, Jurandir Gomes dos Santos, tio do vereador de São Luis, Osmar Filho (PDT), este que vem atuando como o verdadeiro prefeito nos bastidores, estimando obter mais de 5 mil votos em Cajari para deputado estadual nas eleições deste ano.

As perguntas que ficam é: será que nenhum dos vendedores de água mineral do município ficou sabendo dessa licitação? onde poderiam fornecer mais barato e deixar esse dinheiro circular na cidade?

Deixe seu comentário

error: