‘Diário da Manhã’ – Especialista dá dicas de controle financeiro para evitar endividamento

|

A contadora Núbia Sousa, especialista em investimentos e educação financeira, concedeu entrevista nesta terça-feira (9) ao programa ‘Diário da Manhã’, da Rádio Assembleia (96,9 FM). Ela fez uma análise sobre despesas que normalmente se acumulam no começo do ano e discorreu sobre cuidados e precauções que se deve ter para evitar inadimplência, endividamentos e desequilíbrio nas finanças pessoais.

Na condição de conselheira do Conselho de Contabilidade do Maranhão (CRC-MA) e de assessora da Alphaways/ XP investimentos, Núbia Sousa, entrevistada pelo jornalista Ronald Segundo, destacou a importância da educação financeira.

“É cada vez mais oportuno ter a chance de mostrar para as pessoas a importância que é falar do dinheiro, cuidar do dinheiro e gerar dinheiro. Não é normal chegar no final do mês e viver pendurado no cheque especial; não é normal aceitar que pagar o mínimo do cartão ou mesmo viver com contas atrasadas e não pode ser normal, principalmente, a pessoa se contentar com isso”, afirmou a especialista.

Núbia Sousa acrescentou que as famílias devem se organizar internamente cada vez mais, possibilitando inclusive que crianças e jovens aprendam, desde cedo, a gerenciar finanças pessoais, elaborar planejamentos financeiros, investir, poupar e consumir de forma consciente.

“Aprender sobre dinheiro nunca foi tão importante. Sabe-se que boa parte da população está endividada, de modo que o cenário é preocupante não apenas para o presente, mas também para as próximas gerações, já que grande parte da experiência financeira dos jovens é culturalmente herdada pela família”, salientou.

Mentoria

Durante a entrevista, Núbia Sousa, que também realiza trabalhos de mentoria financeira executiva para mulheres, ministrando cursos e palestras, foi enfática ao afirmar que “é cada vez mais importância ensinar crianças e jovens a controlar os orçamentos domésticos, evitar dívidas e usar o dinheiro de forma adequada”.

Núbia Sousa observou que, normalmente, janeiro é um mês complicado do ponto de vista financeiro, em razão de contas e dívidas acumuladas no período das festividades de Natal e Ano Novo. Para ela, a educação financeira também é assunto para ser abordado dentro de casa.

“Na escola ou em casa, com a família, a educação financeira deveria ser iniciada na infância. Isso significa, antes de mais nada, conhecimento. Munidas de informações e com as ferramentas necessárias para a tomada de decisão, as pessoas têm chances de reduzir a inadimplência, montar planejamentos financeiros viáveis e, como consequência, deixam de pagar juros desnecessários, têm mais poder de compra e constroem um futuro melhor para si”, ressaltou a especialista, ao final da entrevista.

 

Leia mais notícias em joerdsonrodrigues.com.br siga nossa página no Twitter, Facebook e no Instagram @joerdsonrodrigues. Envie fotos, denúncias e informações ao blog por meio do WhatsApp (98) 93300-0985.

Deixe seu comentário