‘Sustentabilidade na Prática’ aborda ação articulada pelo MMA e bombeiros da Amazônia Legal

|

 Clique aqui e assista à íntegra da entrevista

Em entrevista ao programa ‘Sustentabilidade na Prática’, da Rádio Assembleia (96,9 FM), na manhã desta segunda-feira (18), o comandante-geral do Corpo de Bombeiro Militar do Maranhão, coronel Célio Roberto de Araújo, fez um relato da reunião realizada em Brasília, na semana passada, com representantes do Ministério do Meio Ambiente (MMA) e dos Corpos de Bombeiros dos nove estados da Amazônia Legal.

Durante a entrevista, concedida às radialistas Marina Sousa e Maria Regina Telles, coronel Célio Roberto informou que a reunião em Brasília serviu para aprofundar o debate sobre a importância da atuação conjunta para fortalecer e ampliar as iniciativas de prevenção e controle de incêndios florestais na Região Amazônica.

Ao longo da reunião, convocada pelo Ministério do Meio Ambiente, aconteceu um debate sobre o Projeto de Lei nº 1.818/22, que cria a Política Nacional de Manejo Integrado do Fogo.

De acordo com o coronel Célio Roberto, este projeto pretende reforçar a prevenção de incêndios florestais no país. As queimadas ilegais também foram tratadas na ocasião e serão outro foco do plano conjunto das corporações de bombeiros da Região Amazônica.“Como se sabe, a política de prevenção e combate aos incêndios florestais é executada pelos Corpos de Bombeiros no Brasil. E o Congresso Nacional, tanto o Senado quanto a Câmara dos Deputados, estão discutindo o projeto de lei que deverá complementar iniciativas do Plano de Ação para Prevenção e Controle do Desmatamento na Amazônia Legal (PPCDAm), lançado em junho do ano passado”, explicou o coronel Célio Roberto.

Captação

Ele acrescentou que a cooperação entre as corporações militares tornará mais ágil a captação dos recursos do Fundo Amazônia. Estes valores serão aplicados nas operações de combate a incêndios florestais.

O comandante-geral do Corpo de Bombeiro Militar do Maranhão (CBMMA) informou, também, que os Corpos de Bombeiros irão elaborar as propostas de ação e estas serão gerenciadas e executadas sob responsabilidade dos governos estaduais.

“O uso correto do manejo do fogo, com todas as suas nuances, tem tudo a ver com o trabalho dos Corpos de Bombeiros. Essa política é importante para o governo federal e também para os governos estaduais, especialmente os que compõem a Amazônia Legal, onde há um olhar muito atento para isso”, salientou.

E complementou: “O Governo do Estado tem realizado investimentos que proporcionam a adequada atuação do Corpo de Bombeiro Militar do Maranhão, no combate a estas ocorrências e na rápida resposta às comunidades”.

O coronel Célio Roberto, que preside o Comitê de Comandantes Gerais da Amazônia Legal, também é integrante do Conselho Nacional dos Corpos de Bombeiros Militares do Brasil.

Leia mais notícias em joerdsonrodrigues.com.br siga nossa página no Twitter, Facebook e no Instagram @joerdsonrodrigues. Envie fotos, denúncias e informações ao blog por meio do WhatsApp (98) 93300-0985.

Deixe seu comentário