Polícia investiga desaparecimento de Marcelinho Carioca em São Paulo; dois suspeitos são presos

|

Ex-jogador Marcelinho Carioca

Identificação Automatizada de Impressões Digitais foi acionada para apurar as circunstâncias e identificar os envolvidos.

A polícia de São Paulo investiga o desaparecimento de Marcelinho Carioca. O ex-jogador de futebol não é visto desde domingo (17), quando foi de carro para uma festa em Itaquera, Zona Leste da capital paulista. Dois suspeitos foram presos pela Polícia Militar na região onde um veículo foi encontrado abandonado hoje (18), em Itaquaquecetuba. Não está descartada a hipótese de sequestro.

O carro do ex-jogador foi localizado abandonado em Itaquaquecetuba, São Paulo. O boletim de ocorrência é registrado como desaparecimento de pessoa e localização de veículo na Delegacia Seccional de Mogi das Cruzes. O veículo deverá ser levado para a delegacia da cidade.

Sistema de Identificação Automatizada de Impressões Digitais foi acionado para apurar as circunstâncias e identificar os envolvidos.

Imagens do programa Balanço Geral mostram o carro atribuído ao jogador. O veículo é uma Mercedes-Benz CLA250, cinza, modelo 2022.

De acordo com o delegado Marcio Cursino, o veículo usado pelo ex-jogador chamou atenção de moradores por estar destrancado. O carro estava fechado, mas não trancado, e não tinha sinais de arrombamento.

Registro no Instagram do jogador mostra que ele desapareceu após ter participado de um show do cantor Thiaguinho, na véspera. A apresentação do pagodeiro foi no estádio do Corinthians, em Itaquera, na Zona Leste da capital paulista.

Marcelinho Carioca desapareceu após show Tardezinha, de Thiaguinho

Quem é Marcelinho Carioca

Durante a carreira como atleta, Marcelinho Carioca , de 51 anos, atuou em times como Flamengo, Vasco, Santos e Corinthians, onde virou ídolo e o quinto maior artilheiro do clube paulista. Além do futebol, ele chegou a ocupar um cargo na Câmara dos Deputados por um breve período em 2015.

Autor de 307 gols (86 de falta) em 878 partidas na carreira, o craque foi um dos principais nomes do futebol brasileiro na década de 90 e início dos anos 2000. Apesar da origem carioca, como deixa claro o apelido, Marcelinho teve sua passagem mais marcante no futebol pelo Corinthians, onde se tornou um dos grandes ídolos da história do clube. Sua principal marca era a cobrança de falta, virtude que lhe rendeu o apelido de “pé de anjo”.

Marcelinho Carioca é ídolo e o quinto maior artilheiro da história do Corinthians

Marcelinho Carioca começou sua carreira no Flamengo, onde jogou de 1988 a 1993. Mas se consolidou como um importante meio campista do futebol brasileiro no Corinthians, camisa que defendeu de 1994 a 2001 – com um breve intervalo em 1997, quando jogou no Valencia, da Espanha. Pelo clube paulista, conquistou 10 títulos, incluindo um Mundial, dois Campeonatos Brasileiros e uma Copa do Brasil e quatro Paulistões. Em 2006 ainda teve uma curtíssima passagem, de seis partidas, pelo Timão.

Além de todas as glórias, também teve momentos traumáticos, em especial a eliminação nas semifinais da Libertadores de 2000, quando perdeu sua cobrança da disputa de pênaltis contra o arquirrival Palmeiras. No Mundial do mesmo ano ele também desperdiçou sua cobrança, mas naquela ocasião o Corinthians conseguiu vencer o duelo contra o Vasco.

Pela seleção brasileira, Marcelinho jogou competições sub-20. Mas pelo time principal, jogou apenas quatro partidas, e fez dois gols, contra a Iugoslávia, de falta, e o Equador. Depois de 2001, nunca mais foi convocado. Frasista e polêmico, ele já declarou em entrevistas que tinha condições de integrar os elencos da seleção nas Copas do Mundo de 1994 e 1998 e até de ser titular em 2002.

Leia mais notícias em joerdsonrodrigues.com.br siga nossa página no Twitter, Facebook e no Instagram @joerdsonrodrigues. Envie fotos, denúncias e informações ao blog por meio do WhatsApp (98) 93300-0985.

Deixe seu comentário