POR FALTA DE PAGAMENTO, QUARTEL DA PM DE PERI MIRIM TEM ENERGIA CORTADA

|

De competência da prefeitura, às contas não são pagas a 09 meses e o aluguel a 11 meses, assim, além de ficarem sem energia elétrica os militares podem ser despejados

Todos os serviços públicos de Peri Mirim estão sendo afetados pela má gestão do prefeito Heliezer Soares (PCdoB). Nesta quarta-feira (08), foi a vez da Polícia Militar sentir o peso da irresponsabilidade de uma gestão incapaz de gerenciar um município.

Trabalhadores da empresa Equatorial estiveram nesta manhã no prédio onde funciona o quartel da Polícia Militar na cidade de Peri Mirim e interoperam o fornecimento de energia elétrica por falta de pagamento. De prontidão moradores vendo a situação nos informaram o triste episódio, denunciando o que está acontecendo.

Já são 09 meses que não são pagas às contas de energia elétrica do quartel que é de competência da Prefeitura de Peri Mirim, administrada por Heliezer Soares (PCdoB). Outra grave denúncia é que uma ordem de despejo pode vim a acontecer, uma vez que o aluguel não é pago desde janeiro, 11 meses.

A Polícia Militar vem atuando fortemente em Peri Mirim no combate à criminalidade, já prendeu diversos traficantes no decorrer do ano, combatendo à violência e sempre de prontidão para ajudar a comunidade. Essa é a forma de agradecimento do prefeito pelos bons serviços prestados é ficar no escuro e muito em breve serem despejados do prédio.

Até no período de Dr Geraldo que com baixa popularidade não concorreu às eleições de 2020 a situação não chegou a esse ponto.

Leia mais notícias em joerdsonrodrigues.com.br siga nossa página no Twitter, Facebook e no Instagram @joerdsonrodrigues. Envie fotos, denúncias e informações ao blog por meio do WhatsApp (98) 93300-0985.

Deixe seu comentário