EXCLUSIVO: Gestão de Dr Julinho já recebeu quase R$ 750 milhões via FUNDEB, confira:

|

Dr Julinho, Prefeito de São José de Ribamar

Em meio a um cenário de denúncias e questionamentos, a Prefeitura de São José de Ribamar, sob a gestão do prefeito Dr. Julinho (PL), destaca-se pelo montante significativo recebido via FUNDEB, totalizando quase R$ 750 milhões. Esta quantia expressiva destinada à educação municipal chama a atenção não apenas pelo seu volume, mas também pelas implicações decorrentes de sua gestão.

A situação ganhou notoriedade após as denúncias veiculadas pelo programa Fantástico, da TV Globo. As cifras envolvidas trazem à tona uma série de questões sobre a eficiência, transparência e destino final desses recursos, especialmente no que tange à melhoria da qualidade educacional na cidade.

Detalhamento dos recursos recebidos anualmente:

  • Em 2021: R$ 178.403.251,55 (cento e setenta e oito milhões, quatrocentos e três mil, duzentos e cinquenta e um reais e cinquenta e cinco centavos);
  • Em 2022: R$ 236.105.748,17 (duzentos e trinta e seis milhões, cento e cinco mil, setecentos e quarenta e oito reais e dezessete centavos);
  • Em 2023: R$ 328.040.586,23 (trezentos e vinte e oito milhões, quarenta mil, quinhentos e oitenta e seis reais e vinte e três centavos);
  • Total: R$ 747.090.075,11 (setecentos e quarenta e sete milhões, noventa mil, setenta e cinco reais e onze centavos).

Uma análise mais aprofundada mostra um aumento percentual significativo de um ano para o outro. De 2021 para 2022, houve um aumento de 32,34%, e de 2022 para 2023, o aumento foi de 38,94%. Estes números não apenas destacam a crescente injeção de recursos na educação municipal, mas também levantam questões sobre a eficiência e transparência na utilização desses fundos. O aumento percentual no valor recebido via FUNDEB pela Prefeitura de São José de Ribamar, sob a gestão do Dr. Julinho, de 2021 para 2023 foi de aproximadamente 83,88%. Em termos numéricos, o aumento foi de R$ 149.637.334,68 (cento e quarenta e nove milhões seiscentos e trinta e sete mil trezentos e trinta e quatro reais e sessenta e oito centavos).

A fiscalização desses recursos torna-se uma questão central, exigindo transparência e responsabilidade na gestão. É vital que os fundos sejam aplicados de maneira eficaz para promover uma educação de qualidade, refletindo no desenvolvimento social e cultural da cidade.

Enquanto as investigações continuam, a população de São José de Ribamar espera por esclarecimentos e medidas concretas que assegurem a boa utilização desses recursos. A transparência e a eficácia na gestão do FUNDEB são fundamentais para restabelecer a confiança na administração pública e garantir o direito a uma educação digna e de qualidade.

Leia mais notícias em joerdsonrodrigues.com.br siga nossa página no Twitter, Facebook e no Instagram @joerdsonrodrigues. Envie fotos, denúncias e informações ao blog por meio do WhatsApp (98) 93300-0985.

Deixe seu comentário