Prefeito de Palmeirândia atrasa salários e deixa servidores contratados sem dinheiro no feriado do Dia das Mães

|

Em Palmeirândia, o Dia das Mães deste ano foi marcado por desapontamento e frustração para muitas famílias, especialmente aquelas dos trabalhadores contratados pelo município. O prefeito Edilson da Alvorada não efetuou o pagamento desses servidores, deixando todo o funcionalismo público contratado sem dinheiro neste feriado tão especial.

Este atraso no pagamento não afetou apenas os servidores, mas também o ecossistema econômico municipal como um todo. O comércio local, que esperava ansiosamente pela injeção desse dinheiro para impulsionar suas vendas em uma das datas mais movimentadas do ano, também foi prejudicado, vale pontuar que a data que sai o pagamento geralmente é todo dia 10, ou seja, na sexta-feira.

Recebemos denúncias de servidores contratados que, temendo represálias e a perda de seus empregos, preferiram não se expor. No entanto, eles expressaram indignação por passarem o Dia das Mães sem dinheiro, impossibilitados de realizar qualquer homenagem à figura materna, tão central em todas as famílias.

Os servidores contratados, apesar de terem direito a receber pelos seus trabalhos prestados, sentem-se impotentes para protestar contra os atrasos salariais ou se mobilizar para buscar seus direitos. Eles estão cientes das ações do prefeito contra servidores efetivos que não compactuam com sua gestão e que, por estarem em outro campo político, estão sendo penalizados com descontos inconstitucionais em seus salários.

Por mero capricho e perseguição, o prefeito Edilson acabou deixando algumas famílias passando necessidades, ao colocar faltas arbitrárias nesses servidores que não o apoiam.

Para finalizar, vale ressaltar que, embora não tenha havido dinheiro para efetuar o pagamento dos servidores contratados, houve verba e equipe para a publicidade barata e a distribuição de prêmios e brindes em ano eleitoral no bairro do Cruzeiro, numa tentativa de ludibriar a população local. Este Dia das Mães em Palmeirândia será lembrado por muitos como um dia de frustração e impotência diante do prefeito perseguidor.

Leia mais notícias em joerdsonrodrigues.com.br siga nossa página no Twitter, Facebook e no Instagram @joerdsonrodrigues. Envie fotos, denúncias e informações ao blog por meio do WhatsApp (98) 93300-0985.

Deixe seu comentário