Funcionários fantasmas: Filhos de assessora de Astro de Ogum que assombravam a folha de pagamento de Paço do Lumiar são exonerados

Itamargareth Pereira, assessora do vereador de São Luís, Astro de Ogum, fervorosa defensora da prefeita afastada por corrupção, usou sua influência para garantir que seus filhos, Ana Cecilia Pereira Correia Lima Meneses e Anacleto Pereira Correia Lima Meneses, recebessem altos salários sem nunca terem trabalhado efetivamente na prefeitura de Paço do Lumiar.

Ana Cecília e Anacleto foram exonerados pelo prefeito Inaldo Pereira recentemente dos cargos em comissão de Assessora Especial da Educação e Assessor Especial da Saúde, respectivamente.

Segundo apurado, os dois filhos da ex-poderosa da comunicação de Paço do Lumiar receberam mais de R$ 20 mil mensais dos cofres públicos, sem jamais terem trabalhado na prefeitura. Essa prática não apenas viola os princípios da moralidade pública, mas também expõe a fragilidade dos mecanismos de controle interno na gestão municipal.

Veja os comprovantes abaixo.

A defesa ferrenha da ex-prefeita afastada pela ex-assessora agora faz mais sentido, pois é claro que a corrupção e o nepotismo caminhavam juntos na política de Paço. Este caso de enriquecimento ilícito às custas do erário público é um alerta para a necessidade de uma fiscalização mais rigorosa e transparente, visando coibir tais práticas que drenam os recursos destinados ao desenvolvimento do município.

Além disso, o desespero e desrespeito que o grupo da prefeita afastada Paula da Pindoba vem pregando contra figuras públicas e membros do judiciário e Ministério Público tem um motivo simples: dinheiro, regalias e status social que a máquina pública estava proporcionando aos membros do grupo político.

Um exemplo disso é que Itamargareth é suspeita de usar blogs fakes para atacar o prefeito Inaldo Pereira e o juiz titular da 1ª Vara de Paço do Lumiar, Dr. Gilmar Ewerton. As investidas da assessora dos vereador da capital têm motivos pessoais e financeiros, pois seus filhos faziam parte de um engenhoso esquema na prefeitura de Paço do Lumiar, onde eram lotados com cargos que lhes rendiam vultuosos salários sem trabalhar.

O blog obteve informações que existem aproximadamente 30 casos semelhantes que já foram catalogados e em breve iremos trazer com exclusividade aos nossos leitores.

Leia mais notícias em joerdsonrodrigues.com.br siga nossa página no Twitter, Facebook e no Instagram @joerdsonrodrigues. Envie fotos, denúncias e informações ao blog por meio do WhatsApp (98) 93300-0985.

Deixe seu comentário