Diretor e ator destacam encenação da peça “3 Maneiras de Tocar no Assunto” em São Luís

|

     Diretor Fabiano Dadado de Freitas e ator Leonardo Netto com o radialista Henrique Pereira

Clique aqui e assista à íntegra da entrevista

O diretor Fabiano Dadado de Freitas e o ator Leonardo Netto falaram da apresentação da peça “3 Maneiras de Tocar no Assunto”, em São Luís, durante entrevista ao programa ‘Diário da Manhã’, da Rádio Assembleia (96,9 FM), desta terça-feira (23).

De acordo com a dupla, a turnê no Nordeste começou por Recife e terá apresentações na capital maranhense, nos dias 24 de abril (quarta-feira) e 25 (quinta-feira), no Teatro João do Vale, no Centro Histórico. A apresentação tem patrocínio do Instituto Cultural Vale, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, com realização da Fulminante Produções e do Ministério da Cultura.

No bate-papo com o apresentador e radialista Henrique Pereira, a dupla disse também que a peça é um manifesto contra a homofobia.

“É uma obra já considerada um manifesto artístico contra a homofobia na sociedade moderna, que discute diversas questões relacionadas à homossexualidade, ao preconceito contra o homossexual e a comunidade LGBTQIA+ em geral”, afirmou Leonardo Netto, autor da obra.

Sucesso de público

A montagem estreou nos palcos do Rio de Janeiro em 2019 e, desde então, já foi vista por mais de 15 mil espectadores. “No palco, Leonardo Netto traz três solos que abordam temas relacionados à homossexualidade, ao preconceito contra o homossexual e à comunidade LGBTQIAPN+ em geral”, destacou, por sua vez, o diretor.

Segundo a dupla, a peça discute as questões relacionadas à homossexualidade, a partir de  três instâncias distintas: a Escola, a Lei e o Estado. O primeiro solo, batizado de “O homem de uniforme escolar”, parte de histórias reais de crianças e jovens que sofreram com o preconceito e a intolerância na escola.

O depoimento ficcional de um dos participantes da Revolta de Stonewall, ocorrida em junho de 1969, em Nova York, é o mote para a segunda parte: “O homem com a pedra na mão”. Por último, “O homem no Congresso Nacional” foi construído a partir de falas e pronunciamentos do ex-deputado federal Jean Wyllys, proferidos entre janeiro de 2011 e dezembro de 2018.

Leia mais notícias em joerdsonrodrigues.com.br siga nossa página no Twitter, Facebook e no Instagram @joerdsonrodrigues. Envie fotos, denúncias e informações ao blog por meio do WhatsApp (98) 93300-0985.

Deixe seu comentário