‘Sustentabilidade na Prática’ trata sobre ações sociais desenvolvidas pelo Instituto Batalhão do Bem

 Agência Assembleia

Assista à íntegra da entrevista 

As ações sociais desenvolvidas pelo Instituto Batalhão do Bem foram o tema abordado, na manhã desta segunda-feira (1º), no programa ‘Sustentabilidade na Prática’, da Rádio Assembleia (96,9 FM). A advogada Vaneska Moreira Castro fez uma explanação sobre a fundação e o funcionamento do Instituto, criado em 2021 em São Luís, e que agora tem pela frente o desafio de expandir e interiorizar as suas ações em diversas regiões do estado.

Fundadora e presidente do Instituto Batalhão do Bem, Vaneska Moreira Castro explicou que o Instituto foi fundado com o objetivo de realizar projetos sociais em áreas periféricas da Grande São Luís. 

Durante o programa, apresentado pela radialista Adryane Paiva, a advogada, que também é presidente da Comissão de Segurança Pública e Cidadania da OAB-MA, disse que o Instituto Batalhão do Bem está fortalecendo parcerias com diversas instituições, como o Corpo de Bombeiros e a Cruz Vermelha, e com vários órgãos do sistema de segurança pública e entidades da sociedade civil, buscando a viabilização de projetos que possam melhorar a qualidade de vida da população.  

Vaneska Moreira Castro fez questão de salientar que teve a ideia de criar o Instituto juntamente com o Major Frazão, a partir de uma experiência realizada em conjunto em São Luís, no bairro Coroadinho. 

“Eu costumo usar a seguinte frase: os bons são a maioria, só precisa a gente se unir. Então eu vi o trabalho do Major Frazão, ele observou o meu, e foi assim que começamos a somar as nossas forças. Criamos este Instituto com base em um rol de amizades muito grande e de pessoas que a gente pode contar, porque elas sabem que o trabalho da gente é sério, a gente busca agregar em torno de nós pessoas querem efetivamente fazer o bem”, afirmou a advogada, que também trabalha como assessora jurídica da Procuradoria da Assembleia Legislativa do Maranhão.

Vaneska Moreira Castro observou que os projetos do Instituto Batalhão do Bem, em sua maioria, acontecem em locais onde atuam as forças de segurança – Polícia Civil e Polícia Militar – especialmente em áreas consideradas periféricas. 

“Buscamos eliminar o estigma de uma polícia meramente repressiva. Buscamos fazer com que as crianças e os adolescentes percebam que podem contar com a nossa Polícia. Atuamos estreitando esses laços e mostrando que a Polícia também é uma polícia comunitária. Eles passam a olhar a Polícia com outros olhos, não como inimigos, mas como verdadeiros parceiros da sociedade”, enfatizou. 

A presidente do Instituto Batalhão do Bem declarou que comprovadamente está dando certo o trabalho realizado na Grande São Luís e que, agora, o grande desafio será estender esta experiência a cidades do interior do estado.

“Vamos levar este nosso trabalho, primeiramente, à cidade de Presidente Sarney e, depois, a convite do deputado Ricardo Arruda (MDB), iremos até a cidade de Grajaú: estes são os próximos roteiros que a gente já tem em vista. Nosso otimismo e nosso entusiasmo são muito grandes. Temos certeza de que tudo vai dar certo”, ressaltou a advogada.

Leia mais notícias em joerdsonrodrigues.com.br siga nossa página no Twitter, Facebook e no Instagram @joerdsonrodrigues. Envie fotos, denúncias e informações ao blog por meio do WhatsApp (98) 93300-0985.

Deixe seu comentário