Palmeirândia vive uma crescente onda de assaltos e violência; principais motivos são: falta de iluminação pública, sucateamento da Guarda Municipal entre outros

|

Moradores enfrentam onda de assaltos em meio à falta de iluminação, sucateamento da Guarda Municipal e outros fatores administrativos municipais.

A tranquilidade dos cidadãos de Palmeirândia parece estar em xeque. A cidade, que tem sofrido com uma crescente onda de violência, apresenta registros quase que semanal de assaltos realizados à mão armada. O padrão? Bandidos em motocicletas que atuam em dupla, onde um pilota a moto e o outro, de forma truculenta, aponta uma arma para as suas vítimas e recolhem os pertences.

No entanto, a ação desses assaltantes não é um evento isolado, Palmeirândia se destaca por sua vulnerabilidade estrutural, que vai desde a notória falta de iluminação pública até a situação alarmante da Guarda Municipal, atualmente sucateada. A está realidade, acrescenta-se o baixo efetivo policial militar presente na cidade, para cobrir todo município.

Os moradores, angustiados, relatam que a sede do município está quase totalmente às escuras há meses. Esta situação, sem dúvida, tem sido um chamariz para incidentes criminosos que, infelizmente, se tornaram comuns na rotina da população local.

A Guarda Municipal, que em um cenário ideal seria uma força de repressão à criminalidade, encontra-se em uma situação precária. Fontes internas revelam que os guardas municipais estão laborando em condições deploráveis. A lista de problemas inclui a falta de viaturas, cortes de gratificações determinados pelo secretário de administração municipal e até mesmo perseguição política aos membros da corporação. Além disso, a carência de equipamentos e incentivos torna o cenário ainda mais desolador.

No campo da iluminação pública, um dado chama a atenção: a prefeitura firmou contrato com a empresa T. R. ENGENHARIA E SOLUÇÕES EIRELI, com o objetivo de realizar manutenção preventiva e corretiva no sistema de iluminação da cidade. O contrato, no valor de R$ 1.292.578,16 (um milhão duzentos e noventa e dois mil quinhentos e setenta e oito reais e dezesseis centavos), vigora pelo período de 12 meses e foi assinado em abril do presente ano.

Até o momento, já foram desembolsados R$ 203.064,74 (duzentos e três mil e sessenta e quatro reais e setenta e quatro centavos) para a referida empresa. No entanto, em um contraste gritante, as melhorias no sistema de iluminação são invisíveis, e os cidadãos continuam a enfrentar as trevas nas ruas da cidade.

Esta situação é um apelo veemente por ações concretas por parte das autoridades municipais, que devem priorizar a segurança e o bem-estar de seus cidadãos. A cidade de Palmeirândia merece mais.

Leia mais notícias em joerdsonrodrigues.com.br siga nossa página no Twitter, Facebook e no Instagram @joerdsonrodrigues. Envie fotos, denúncias e informações ao blog por meio do WhatsApp (98) 93300-0985.

Deixe seu comentário