TFD uma esperança negada: Pacientes denunciam falta de pagamento de benefícios pela Prefeitura de Palmeirândia

|

Centro administrativo abandonado da Prefeitura de Palmeirãndia

Vamos inicar nossa matéria discorrento para explicar o que é o Tratamento Fora de Domicílio (TDF).

O Tratamento Fora de Domicílio (TFD) é um benefício concedido quando o paciente necessita de atendimento médico especializado de média e alta complexidade não disponíveis na localidade de domicílio. Este benefício é concedido somente quando esgotados todos os meios de tratamento na Rede Pública ou Conveniada ao SUS no Município/Estado de origem dos usuários.

Recebemos em nossa Central de Denúncia (CD), informações alarmantes sobre a Prefeitura de Palmeirândia. Segundo as informações, a prefeitura não está realizando os repasses do TFD para os pacientes que buscam tratamentos fora do município. Isso resultou em muitos pacientes incapazes de viajar até a capital para realizar os procedimentos, consultas e exames que a rede municipal não atende na cidade.

Muitos pacientes, desesperados e com medo de morrer por falta de tratamento, estão correndo contra o tempo. Eles buscaram dinheiro emprestado com amigos, familiares e conhecidos para buscar seus devidos tratamentos na capital, com a promessa de que a Prefeitura realizaria o repasse a esses pacientes. No entanto, até o momento, eles não conseguiram reaver as diárias que são pagas pelo programa para realização desses procedimentos fora do domicílio.

O caso já vem gerando grande transtorno aos pacientes e familiares que veem seus entes queridos passando por momentos de grande dificuldades de saúde e financeira. Apesar de buscarem soluções pacíficas para os problemas enfrentados para conseguir o dinheiro via TFD para buscar melhorias de saúde, os pacientes e familiares não estão obtendo respostas da gestão municipal.

Um depoimento chocante e marcante que recebemos foi: “não quero saber de politicagem nem de nada disso, quero reaver a minha saúde e ter minha vida saudável para poder trabalhar e ajudar minha família, não quero ser um estorvo para ninguém cada dia fica mais difícil e passar por essa situação nos deixa ainda mais desmotivados, mas mantenho minhas esperanças em Deus e em todos os santos“.

Esperamos que a situação logo se resolva e os transtornos sofridos por esse público que necessita do apoio do poder público municipal seja extinta. A saúde é um direito fundamental e deve ser garantida a todos, independentemente de onde vivem. É hora de a Prefeitura de Palmeirândia assumir sua responsabilidade e garantir que todos os pacientes recebam o tratamento de que precisam.

Leia mais notícias em joerdsonrodrigues.com.br siga nossa página no Twitter, Facebook e no Instagram @joerdsonrodrigues. Envie fotos, denúncias e informações ao blog por meio do WhatsApp (98) 93300-0985.

Deixe seu comentário