BOMBA: A conexão entre a falsa compra de ares-condicionados e a reforma das escolas em Paço do Lumiar

|

Uma investigação em andamento, conduzida em segredo de justiça pelo Tribunal Regional Federal da 1ª região, revela uma trama de corrupção envolvendo a reforma das escolas municipais em 2020 e a falsa compra de aparelhos de ar condicionado no município de Paço do Lumiar.

A ação penal solicita o afastamento da Prefeita Paula da Pindoba, acusada de superfaturamento nas obras de reforma. Inicialmente orçadas em seis milhões de reais, as reformas acabaram custando mais de dezoito milhões de reais aos cofres públicos.

As acusações contra a Prefeita são graves. As investigações indicam que os crimes cometidos na reforma das escolas estão diretamente ligados ao desvio do dinheiro destinado à compra de aparelhos de ar condicionado.

Depoimentos recentes revelam detalhes da corrupção que permeia a Administração de Paço do Lumiar, com a participação ativa da Prefeita, seus filhos, procuradores, secretários, vereadores e empresários.

Fontes informam que, nos próximos dias, mais pessoas serão ouvidas pela Polícia Federal e GAECO, incluindo uma pessoa muito próxima à Prefeita, que poderá ajudar a desvendar todo o esquema criminoso.

A presença constante da Polícia Federal nas dependências de Paço do Lumiar gerou pânico entre os secretários. Uma secretária, apavorada, teria declarado: “Vou contar tudo”.

Além disso, o esquema das reformas continua. A gestora foi substituída para dar mais “AGILidade” nas reformas. No entanto, essa “AGILidade” resultou no desaparecimento de mais de treze milhões de reais do FUNDEB. Enquanto isso, a merenda escolar continua sendo de baixa qualidade, com uma mistura de fubá de sabor detestável e baixo valor nutricional.

Enquanto a justiça Federal e Estadual permanecem inertes, sem afastar a Prefeita, a população carente de Paço do Lumiar assiste à dilapidação do patrimônio público e ao enriquecimento da Prefeita e de seus familiares.

Leia mais notícias em joerdsonrodrigues.com.br siga nossa página no Twitter, Facebook e no Instagram @joerdsonrodrigues. Envie fotos, denúncias e informações ao blog por meio do WhatsApp (98) 93300-0985.

Deixe seu comentário