Marido da ex-prefeita de Cajari acusa sem provas prefeito de comprar vereadores e uma liderança feminina e de quebra ainda chama a mulher de fascista

|

Prefeito Constâncio Souza e Babi Rêgo, Walteir e Camyla Jansen

A cidade de Cajari tem sido palco de um episódio político que tem gerado desconforto e indignação. O marido da ex-prefeita Camyla Jansen, Walteir Filho, fez uma declaração que tem sido interpretada como machista e criminosa contra uma líder local, Babi Rêgo, após ela aderir ao grupo do prefeito Constâncio Souza (UB).

Segundo a publicação feita por Walteir, o prefeito teria “comprado” vereadores e Babi, uma mulher com forte influência local. Ele ainda teria chamado Babi de fascista em sua publicação acusatória. No entanto, apesar das acusações, Walteir não apresentou provas concretas para sustentar suas alegações.

A fala de Walteir está sendo vista como machista, oportunista e criminosa, especialmente quando ele sugere que Babi e os vereadores que hoje compõem o grupo de base do prefeito estão lá porque foram pagos pelo prefeito. Vale ressaltar, que após a repercussão negativa da postagem ela foi retirada do ar, mas o estrago já havia sido feito.

A fala dele está sendo apontada como oportunista visto a perseguição por parte dos líderes da oposição que vem praticando várias manobras para sabotar a gestão do prefeito Constâncio Souza vem afetando a gestão município e impactando diretamento no cotidiano do cajariense.

O episódio serviu para revelar quem realmente coordena toda a política e os passos do grupo da ex-prefeita nos bastidores da política. A mente pensante por trás do grupo nunca foi Camyla Jansen, mas sim seu marido, Walteir Filho.

Em resposta, Babi Rêgo gravou um vídeo repudiando as falas de Walteir e expondo seu posicionamento machista e criminoso. Ela pediu para que o povo se una para afastar ele e qualquer forasteiro do controle do município. Além disso, repudiou toda a perseguição que a atual gestão vem sofrendo por parte das estratégias sorrateiras do grupo de oposição coordenado por Walteir nas sombras e encabeçado pela ex-prefeita Camyla Jansen.

Essa situação evidencia a necessidade de uma política mais transparente e respeitosa, onde as diferenças de opinião e alinhamento político sejam tratadas com respeito e dignidade, sem recorrer a ataques pessoais e acusações infundadas. A cidade de Cajari merece mais.

Leia mais notícias em joerdsonrodrigues.com.br siga nossa página no Twitter, Facebook e no Instagram @joerdsonrodrigues. Envie fotos, denúncias e informações ao blog por meio do WhatsApp (98) 93300-0985.

Deixe seu comentário